quarta-feira, 24 de março de 2010

Domingo de Ramos

A Semana Santa tem início no “Domingo de Ramos”, que é assim chamado porque celebra a entrada de Jesus em Jerusalém, montado em um jumentinho – o símbolo da humildade – e aclamado pelo povo simples que o aplaudia como “Aquele que vem em nome do Senhor”. Aquele povo tinha visto Jesus ressuscitar Lázaro de Betânia há poucos dias e estava maravilhado. As pessoas estavam certas de que Jesus era o Messias anunciado pelos Profetas. Pensavam que ele fosse escorraçar Pilatos e reimplantar o reinado de Davi e Salomão em Israel. ‘Que Messias é esse? Que libertador é esse? É um farsante! Merece a cruz por nos ter iludido’. A entrada solene de Jesus em Jerusalém foi um prelúdio de suas dores e humilhações. Aquela mesma multidão que o homenageou motivada por seus milagres, agora lhe vira as costas e muitos pedem a sua morte.
Jesus, que conhecia o coração dos homens, não estava iludido. Dessa forma, o Domingo de Ramos é o início da Semana que mistura os gritos de hosanas com os clamores da Paixão de Cristo. O povo acolheu Jesus saudando-o com ramos de oliveiras e palmeiras. Os ramos significam a vitória. “Hosana ao Filho de Davi: bendito seja o que vem em nome do Senhor, o Rei de Israel; hosana nas alturas”. Os Ramos santos nos fazem lembrar que somos batizados, filhos de Deus e defensores da fé católica. Os Ramos sagrados, que levamos para nossas casas após a Missa, lembram-nos que estamos unidos a Cristo na mesma luta pela salvação do mundo, a luta árdua contra o pecado e o cristianismo “light”, adaptado aos gostos e interesses pessoais. Que possamos iniciar a Santa Semana iluminados pelo amor de Deus a nós e esperançosos de sentir-mos cada dia mais o verdadeiro rei ressuscitado em nossos corações. Tendo em vista uma vida santificada na humildade e na simplicidade, seguindo assim os passos de nosso Pai Seráfico São Francisco de Assis.
Paz e Bem!

segunda-feira, 22 de março de 2010

Domingo de Ramos e Semana Santa!


Paz e Bem amigos catequistas. Perdoe-me por minha ausência, mas estou de volta para contribuir com alguns temas para encontros...

Bem, uma ideia que eu tive e que deve ser bem aproveitada para trabalhar com as crianças na catequese.

Vamos lá?

Arrume o ambiente do encontro com cadeiras em círculo e no centro disponibilizar: Uma cruz, uma mesinha enfeitada com paninho branquinho e velas acesas para colocar a Bíblia. ( Que estará reservada para o momento oportuno), jarra com água, uma bacia e uma toalhinha bem limpinha, de preferência na cor branca), ramos de palmeira e pedaços de panos, aqueles usados para apresentação de peças de teatro... (túnicas), suco de uva, copinhos de cafezinho e um pão que poderá ser tipo de leite, alemão... E um pirulito de chocolate debaixo de cada cadeira para o final do encontro.


Início: Acolha as crianças com um abraço bem acolhedor e peça que elas sentem cada uma em seus lugares e aguardem com muita atenção, pois será um encontro muito especial.

Escolha uma música bem acolhedora e comece a fazer uma breve entrada da Bíblia, bem simples, só para destacar a Palavra de Deus e a coloque na mesinha preparada para ela. Leia os textos bíblicos que falam a respeito da Entrada de Jesus em Jerusalém e também de sua continuidade até chegar a quinta feira santa, onde Ele instituiu a Eucaristia. E explique brevemente com suas palavras e a inspiração do Espírito Santo.

Escolha um catequisando para representar Jesus e peça que ele vá passando entre os amigos e esses por sua vez, vão jogando no chão os ramos e as vestes, para Jesus passar com o jumentinho, que pode ser uma vassourinha, pois as crianças gostam disso. Explique este momento lindo, da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém... Faça uma oração da Ave Maria e passe para outro tema...

Quinta Feira Santa: Depois da oração da Ave Maria, distribua os copinhos de suco de uva e peça para eles aguardarem.
Leia novamente o texto bíblico que fala a respeito da Instituição da Eucaristia só que dessa vez você vai lendo bem devagar e encenando com os catequisandos tudo o que o texto relatar: Tomem o suco e depois repartam o pão, passando uns para os outros. Depois explique o motivo deles estarem ali para fazerem a 1° Comunhão, pois este Sacramento foi o próprio Jesus que determinou que fizéssemos: O corpo e o Sangue sacramentados no pão e no vinho. Faça uma oração do Pai Nosso e passe para outro tema.

Sexta Feira Santa: Leia o texto que diz a respeito da crucificação de Jesus e relate com cuidado tudo o que aconteceu, sendo Jesus pregado na cruz e condenado pelas mesmas pessoas que o acolheram na sua entrada em Jerusalém.( relembre o Domingo de Ramos). Procure destacar a paixão de Jesus por nós, seus filhos amados. Pegue a cruz e deixe a imaginação deles falar mais alto. Peça para passar de mão em mão, para que eles possam observar de perto o "sofrimento de amor" de Jesus por nós. Reze a oração do Santo Anjo.

Sábado Santo: Faça um momento de reflexão e vigília com eles. Aumente o som e deixe-os a vontade no silêncio de seus coraçãozinhos. Reze a oração do Creio.

Domingo de Páscoa: Cristo ressuscitou. Mostre a cruz com um paninho branco e diga: Ele morreu... mas RESSUSCITOU... Cristo é o nosso senhor. Explique que o importante na Páscoa é isso. Os ovos ficam em 2° plano. Faça perguntas referentes ao encontro, provoque-os. E por isso, por eles terem se comportado bem e prestado atenção nos temas do encontro, você deixou um presente escondido para cada um deles, basta procurá-los. Eles acharão os chocolates ...

Termine o encontro pedindo que cada um escolha um amigo e deixe para ele uma mensagem de Feliz Páscoa. Se possível, peça-os para escrever a mensagem e depois faça um sorteio de amigo oculto de Páscoa. Espero ter contribuído com vocês amigos!!! Muita paz e Bem!!!
Louvado seja o nosso Senhor Jesus Cristo...