quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Hoje Festa do Perdão de Assis e Dia do Padre ...

“Neste santo lugar, o Santo de Assis teve a divina inspiração de pedir ao papa uma indulgência, que depois foi chamada, indulgência da Porciúncula ou Grande Perdão, cuja festa celebramos hoje. Numa noite do ano de 1216, Francisco de Assis estava imerso em oração e contemplação na igrejinha da Porciúncula. De repente lhe aparece uma grande luz e Francisco vê sobre o altar o Cristo revestido de luz e a sua direita Maria, cercada de uma multidão de anjos. Francisco adora o Senhor em silêncio e com o rosto por terra. Perguntou-lhe então, o Senhor, o que desejava para obter a salvação das almas. A resposta de Francisco foi imediata: “Santíssimo Pai, ainda que eu seja pequeno e pecador, te peço que concedas amplo e generoso perdão, com uma completa remissão de todas as culpas, a todos aqueles que arrependidos de suas faltas e confessados seus pecados, venham visitar esta igreja”. Disse-lhe o Senhor: “O que pedes, Irmão Francisco, é grande, mas és digno de coisas maiores e coisas maiores ainda te serão concedidas. Acolho, portanto, tua oração, recomendando que faças este mesmo pedido ao meu Vigário na terra, reafirmando esta indulgência”. Depois deste fato, Francisco se apresentou logo ao Sumo Pontífice Honório III, que naqueles dias passava por Perugia, e com alegria contou-lhe a visão que teve. O papa o escutou com atenção e depois de algumas observações, deu a sua aprovação, dizendo: “Por quantos anos queres esta indulgência?”, Francisco responde: “Santo Padre, não peço anos, mas almas”. E feliz pela aprovação vai indo embora, quando o Sumo Pontífice o chama: “Como vais indo assim, não queres nenhum documento?”. Ao que Francisco responde: “Santo Padre, a mim basta a sua palavra! Se esta indulgência é obra de Deus, Ele mesmo vai se preocupar com ela, eu não necessito de nenhum documento, o papel deve ser a Santíssima Virgem Maria, Cristo o escrivão e os anjos as testemunhas”. Alguns dias depois, junto aos bispos da Úmbria, disse, entre lágrimas ao povo reunido na Porciúncula: “Irmão meus, quero levar-vos todos para o Paraíso!”.
Aproveito para parabenizar a todos os amigos padres, que passaram ou não pela minha vida! Deus os abençoe a cada dia de suas vidas.
Paz e Bem!

3 comentários:

  1. Lindo demais!!! Abençoada vc por publicar!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Seu blog tá bonito de se ver!
    Parabéns a todos os padres e que continuem sempre perseverantes na vocação do sacerdócio.
    Grande abraço a vc, fique na Paz e no Amor de Cristo,

    Reinaldo

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Maria, por suas doces palavras. E a você Reinaldo, pelo seu carinho de sempre.
    Beijos a todos os meus irmãos em Cristo,
    Paz e Bem!

    ResponderExcluir

O seu comentário me deixa muito feliz.
Então não se esqueça: Comente sempre que vier me visitar.
Que o Amor de Jesus e a Paz de Maria esteja sempre com você!
Muita Paz e todo Bem!