segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Que bela experiência!

Crianças
Este simples testemunho vem do outro lado do mundo, do Bangladesh, um dos países mais pobres do mundo e onde trabalham padres do PIME (Pontifício Instituto das Missões Exteriores). O menino Sopon nos conta como foi a sua Primeira Comunhão.
A VIAGEM
Na noite de sexta-feira para sábado choveu por quase três horas. Mas o meu pensamento estava no domingo, 19 de outubro. Pensava: “Se chover, será um problema ir até o Santuário de Nossa Senhora do Rosário”.
Perguntava-me: Que idéia era essa do Pe. Adolfo de ir até o Santuário para realizarmos a Primeira Comunhão, o nosso primeiro encontro com o amigo Jesus, como ele sempre costumava dizer. Tudo bem. Papai e mamãe irão comigo. Só espero que não chova!
Chegou o domingo: nada de chuva!!! Uma aurora com um céu claro faz prever um dia muito bonito. Às 5 h já estava de pé. Precisava apressar-me, pois às 6 h partiríamos para o Santuário. Finalmente, às 6 h subimos na riksio (uma espécie de carroça puxada por homens), alugada por meu pai, e começamos a viagem em direção a Jesus.
Pela estrada encontramos outros companheiros que tanbém viajavam com seus pais. Um grupinho de pessoas estava indo a pé, rezando o rosário.
Antes das sete, com um sol maravilhoso, chegamos ao Santuário. Os nossos catequistas já estavam nos acolhendo no portão.
Às 7:30h o sino do Santuário deu o sinal para iniciar a liturgia. O Pe. Rafael e os jovens do vilarejo abrem o nosso cortejo com música enquanto seis meninas nos precedem dançando até o ingresso da igreja. Ao ritmo da música espalham pétalas de flores em nosso caminho. Sinto-me importante, pois este rito é reservado a personagens ilustres que visitam o nosso vilarejo.
Jesus me faz importante ou sou eu que sou importante para Jesus?
BEM-VINDO
Na porta do santuário seis coroinhas, juntamente com o Pe. Adolfo e o Pe. Marcus, estavam nos esperando. Entramos na igreja enquanto todos cantavam.
A igreja estava cheia de pais e muitos cristãos que vieram dos vilarejos vizinhos. O nosso lugar era bem na frente do altar. Éramos 55 crianças, algumas órfãs. Entre nós havia três jovens que também receberão a Primeira Comunhão.
A liturgia dura uma hora e meia, mas, para mim, parece muito breve. Teria gostado que não tivesse terminado. A mim foi dada a missão de levar até o altar o livro do evangelho antes de sua proclamação. Duas meninas, uma com flores e a outra com incenso, estavam ao meu lado. Eu mesmo li a primeira leitura do livro do Profeta Isaías. Que bonito proclamar: “Estas são palavras de Deus”! Senti-me importante e muito emocionado.
A homilia do Pe. Marcus foi um diálogo. Ele nos apresentou os deveres que derivam da Comunhão com Jesus: responsabilidade, sermos portadores da verdade, da justiça e da paz. Sermos verdadeiros, justos, construtores de paz. Quanto mais eu penso, mais me convenço que tudo isso é muito bonito... porém não é fácil! O que farei? Como?
Após receber a Eucaristia, recolhi-me para falar com Jesus. Havia tantas coisas para pedir, tantas coisas para dizer, tantas dificuldades para apresentar-lhe, mas Ele me fez permanecer calado e, no silêncio, compreendi o seu amor, a sua doação, e não soube dizer muito. Mas era melhor permanecer assim mesmo, no silêncio.
UM GRANDE DOM
Após a oração final, Pe. Adolfo nos deu uma bênção e nos entregou as lembranças: uma folha com o nosso nome, um rosário, uma cruz e uma imagem.
Do lado de fora do santuário os jovens da paróquia estavam prontos para servir o café da manhã que a Ir. Agostina havia preparado para 500 pessoas. Todos recebemos um saquinho com uma banana, um pãozinho e um doce. Ainda bem que a Ir. Agostina, vendendo as toalhas que faz em seu centro de corte e costura, pôde nos dar este presente.
Obrigado Jesus por este grande dom, a Eucaristia, e também a vocês que tiveram a paciência de ler esta minha cartinha.
Sopon (10 anos)

 

4 comentários:

  1. É gratificante saber o quanto Jesus é importante para esse menino,que entendeu a importância da Eucaristia em sua vida com Cristo,esta cartinha como ele mesmo coloca,me deixa muito feliz em saber como Jesus tem agido na vida de muitas crianças como ele, e de como a nossa missão de leva-los a cada dia a conhecer a Jesus e maravilhosa.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo!! É exatamente isso que falta em muitas de nossas crianças, essa sede... Puxa, que lindo!
    beijus Lany

    ResponderExcluir
  3. Olá! Que bom estar aki mais uma vez neste maravilhoso blog.

    Todos nós temos um anjo protetor, que é o nosso Anjo da Guarda, dado por Deus para nos conduzir e guardar em todos os caminhos até o céu.

    É maravilhoso sabermos que o Senhor, na sua infinita bondade, põe um anjo ao nosso inteiro dispor para nos servir e para que seja nosso pedagogo. O nosso anjo quer, no dia de hoje e de maneira muito especial, nos inspirar e encorajar a fazer o bem em todos os momentos.

    Grande abraço na Paz e no Amor de Cristo,

    Reinaldo

    ResponderExcluir
  4. Olá amada de Cristo, saudades de vc, estou passando para fazer minha visitinha semanal, e deixar um abraço fraterno, que Deus o abençoe e o ilumine, Seu blog esta cada dia mais lindo, continue nos contagiando com estas bênçãos

    ResponderExcluir

O seu comentário me deixa muito feliz.
Então não se esqueça: Comente sempre que vier me visitar.
Que o Amor de Jesus e a Paz de Maria esteja sempre com você!
Muita Paz e todo Bem!