terça-feira, 22 de novembro de 2011

A dança na Catequese como forma de EVANGELIZAÇÃO!


Shayana Baptista é catequista, tem 18 anos e é moradora da cidade de Nilópolis, estado do Rio de Janeiro. Sua grande paixão, sempre foi a dança. E hoje, ela vem nos contar um pouquinho, sobre as suas experiências não só com a dança, mas também com a Pastoral da Catequese.


Blog:
Conte-nos como iniciou o seu amor pela dança e quando você sentiu o desejo de levá-la para o trabalho de evangelização na Igreja?
 
R: Na verdade,  começei a trabalhar com a dança antes de me tornar catequista... Quando  tinha 13 anos, falei que queria fazer o curso de catequista, mas minha mãe achava que eu era muito nova e sugeriu que eu iniciasse um trabalho de dança na catequese, na minha comunidade, Santa Rita de Cássia. Com isso o trabalho foi crescendo e um ano depois eu fiz o curso e começei ajudar na pastoral da catequese.

Blog:

Como você viveu o seu momento de catequese? Você se recorda dos encontros com o seu catequista? Já se trabalhava com alguma forma de expressão com o corpo, para louvar a Deus?

R: Minha mãe é catequista a mais de 30 anos, então começei a fazer catequese muito nova, inclusive ela foi a minha primeira catequista... Os encontros eram bem dinâmicos e alegres. E desde de criança, dançava na igreja.

Blog:

A liturgia está repleta de posturas e gestos corporais, que realizados com decoro e simplicidade, expressam seus significados divinos. Sendo assim, qual a importância da dança na Pastoral da Catequese?

R: A dança como forma de evangelização tem que ser realizada sempre com muito cuidado, pois os evangelizadores são a carne do Deus invisível.
Blog:

Os catequistas atualmente lutam por uma catequese continuada, onde os catequizandos permaneçam na Igreja, após a sua Primeira Eucaristia. Você acredita que a dança possa atrair mais os catequizandos para o momento de formação contínua na Catequese?

R: Acredito que sim, mas nem todas as crianças gostam de dançar, por isso acredito que além da dança, a catequese e a igreja (em geral), tem que investir mais na música, teatro, desenhos... Nós temos vários talentos perto de nós, que muitas vezes, não são descobertos.

Blog:

Através de textos lidos e compartilhados em livros e na internet, verificamos o grande cuidado que as Pastorais de Dança Litúrgica precisam ter: os gestos, as coreografias, as roupas, entre outros, que fazem parte deste rito. Qual o seu método de orientação para as crianças e jovens neste sentido?


R: Nós como evangelizadores, devemos ser instrumentos de Deus,  e como instrumentos de Deus, é importânte estarmos atentos a todos os gestos, roupas e expressões... A melhor maneira de evangelizar é deixando Deus guiar todos os passos.



Blog:
A Catequese pode através da dança, trazer às famílias afastadas de volta à Igreja?


R: Pode, porque geralmente quando as crianças participam de alguma coisa que envolve a arte, os país acabam prestigiando. E com,isso muitas famílias que estão afastadas, são evangelizadas através da dança.

Blog:

Atualmente você trabalha com alguma turma de catequese ou está inteiramente se dedicando a dança, como forma de evangelização?

R: Hoje em dia, eu estou trabalhando só com a dança, porque além de trabalhar com as crianças da minha comunidade, eu trabalho com a juventude paroquial, que por sinal está sendo um grande desafio.

Blog: 

Qual dica você deixa para todos aqueles catequistas que gostariam muito de poder iniciar com este método de evangelização em sua paróquia?

R: Vale muito a pena evangelizar através da arte... A dança, nós permite dizer sem palavras, e tocar a alma das pessoas com um simples gesto... Uma coisa que eu sempre falo, para os dançarinos de dança sacra é que muita das vezes nós estamos, inseguros, nervosos, com medo, e até mesmo chateados com algumas coisas, mas independente de tudo isso, antes de subir no altar devemos deixar todos esses sentimentos que nos prejudicam, de lado e permitir que Deus use o nosso corpo da maneira que ele achar melhor. E uma outra coisa super importânte é que nós ( bailarinos, catequistas, padres, ministros, músicos...), temos que prestar muita atenção para não usar o altar como palco e trapolim para alcançar a glória se tornar majestade... 

Muita paz e todo bem!




Obrigado pelo seu carinho de conceder esta entrevista ao BLOG e desde já peço as bênçãos do céu para iluminar o seu coração e a sua vida, para que através da dança, você possa evangelizar não só as crianças, como os adolescentes, jovens e adultos. E todas aqueles que buscam conhecer JESUS através da arte!
Parabéns pelo seu trabalho!

4 comentários:

  1. Olá Elany, tudo bem? Primeiro quero dizer que gosto muito do seu blog, admiro seu trabalho e já usei algumas coisas do seu blog como inspiração na catequese dos "meus pimpolhos" :) Seguinte, está acabando meu primeiro ano como catequista, e resolvi, junto com minha amiga(somos duas na pré catequese) fazer uma confraternização com os pais e crianças no ultimo dia da catequese (esse sábado) e... estive procurando algumas dinâmicas,para pais e crianças juntos,também procurei alguns temas que tenham a ver com o natal, mas não achei nada que se adequasse a minha sala, já que as crianças tem no máximo 6 anos e não sabem escrever bem... Resolvemos fazer isso "de repente" no meio do penúltimo encontro do ano...falamos com todos os pais direto na saída (quando é planejado, mandamos bilhetes) e a maioria gostou da idéia.Agora falta encontrar uma dinâmica na qual pais e crianças possasm participar, se conseguir me dar uma ajuda com isso...

    Paz e bem,
    Deby

    ResponderExcluir
  2. Oi minha linda Deby, tudo bem sim, graças a Deus. E você, como vai passando??
    Tenho uma ideia sim.
    Espero ajudá-la... Vou montar e postar no blog amanhã. Assim tudo fica mais explicadinho para você!
    Um beijo no seu coração! E obrigado pelo seu carinho.
    Paz e Bem!

    ResponderExcluir
  3. Oi amada parece até uma coisa ontem uma catequista a qui em minha paróquia veio me perguntar o que eu achava de ano que vem colocarmos a dança litúrgica na catequese, e disse a ela que iria pesquisar como funcionava e depois nos sentaríamos e resolveríamos,e agora venho aqui no seu blog e vejo esta entrevista com quem já trabalha com isso,muito bom,obrigado beijos fique com deus.

    ResponderExcluir
  4. Que bom Rosane. A entrevista foi concedida pela Shayana. Um amor de pessoa, ao qual eu tive a oportunidade de conhecer a alguns anos atrás. O trabalho dela é muito bonito. E o que acho super interessante é isso: Pesquisas para sempre fazer um trabalho litúrgico, com dignidade. Invista nessa sim. Existem crianças que adoram a dança e podem ser evangelizadas através dessa linda arte. Converse com os catequistas, com os coordenadores da catequese, com o pároco, ou seja, com toda a comunidade... Um beijo especial para você meu anjo.... E assim que resolverem, enviem as suas sugestões para nós... Beijo grande! Paz e Bem!

    ResponderExcluir

O seu comentário me deixa muito feliz.
Então não se esqueça: Comente sempre que vier me visitar.
Que o Amor de Jesus e a Paz de Maria esteja sempre com você!
Muita Paz e todo Bem!